Procedimentos

Avaliação de Ronco

Otorrinolaringologia

A Apneia do Sono, ou Ronco, se caracteriza pela obstrução das vias aéreas superiores no período do sono. Em casos mais graves, a pessoa pode parar de respirar (mesmo que os movimentos torácicos e abdominais de respiração ainda ocorram) ou então a passagem do ar é dificultada a ponto de não conseguir chegar aos pulmões. Além do ruído, que incomoda e atrapalha a convivência com os outros, a saúde e a rotina do indivíduo podem ser comprometidas.

Objetivos

Na Avaliação do Ronco, o Otorrinolaringologista examina as estruturas do sistema respiratório envolvidas no sono (nariz, boca, língua, mandíbula, pescoço, faringe) em busca de alterações, visando diagnóstico de Apneia do Sono e aferição da gravidade do problema. Além disso, o profissional verificará a presença de outras condições que possam perturbar o sono, tais como desequilíbrios hormonais, diabetes, obesidade, hipertensão e doenças cardíacas.

Preparação

A Avaliação do Ronco inclui exame de Polissonografia, que utiliza sensores adesivos colocados no corpo do paciente para registrar diversas informações sobre o sono noturno dele. É feito sob supervisão em clínica ou na casa do paciente, por meio de aparelhos portáteis. Os sensores são fixados de maneira a não impedir a movimentação da pessoa durante a noite.

A análise também pode ser realizada por meio de exame de Nasofibroscopia, no qual um aparelho é introduzido pelas narinas do paciente e, por meio de recursos que permitem simular o ronco, possibilita verificar qual estrutura encontra-se danificada.

Depois do exame

Não há recomendações.

Você nos encontra agora em

NOVO ENDEREÇO!

Av. Anita Garibaldi, 1121 – Ahú

Clique aqui para ver no mapa