Doenças da voz (Laringite, Nódulos da Prega Vocal e Disfonias)

Doenças da voz (Laringite, Nódulos da Prega Vocal e Disfonias)

A voz é extremamente importante para a comunicação com outras pessoas, assim como para expressar os próprios sentimentos (por meio do canto, por exemplo). Algumas doenças, porém, comprometem o uso da voz e devem ser diagnosticadas e tratadas por um Otorrinolaringologista.

Laringite

A Laringite é a inflamação da laringe, que fica entre a faringe e a traqueia. Como ali ficam as cordas vocais, o sintoma mais comum é a rouquidão, voz falha ou mesmo a perda da voz. Além disso, o paciente pode ter tosse, dificuldade para respirar, febre, mal-estar, taquicardia, dor e coceira na garganta, dor ao engolir ou falar.

Ela é classificada como aguda ou crônica. No primeiro caso, pode durar até 7 dias e é semelhante a um resfriado. No segundo caso, chega a durar semanas. Ambas podem ser causada por diversos fatores, incluindo o uso exagerado da voz, reações alérgicas, infecções e a inalação de substâncias irritantes, como fumaça de cigarro, fungos, bactérias, etc.

Também pode ser resultado do excesso de bebidas alcoólicas e/ou tabaco, crises frequentes de sinusite, refluxo gastroesofágico, agentes alérgenos, entre outros.

É sempre importante marcar uma consulta, na qual o Otorrinolaringologista poderá diagnosticar o problema e indicar o melhor tratamento.

Nódulos nas Pregas Vocais

Os Nódulos nas Pregas Vocais são lesões benignas, também chamadas de “calos” nas cordas vocais, resultados de irritações frequentes no local e do uso incorreto da voz. Como consequência, a pessoa fica rouca, força a saída da voz, tem dificuldades para cantar e para respirar enquanto fala. Perda de fôlego, pigarros constantes e alteração no timbre da voz são outros sintomas comuns. Quando presentes por mais de duas semanas, o indivíduo deve procurar um Otorrinolaringologista.

Caso não seja diagnosticado e tratado adequadamente, o problema pode chegar a interferir no dia a dia e, em situações mais graves, causar danos permanentes.

Disfonia

A Disfonia ocorre quando há um impedimento na emissão natural da voz. Geralmente, nesses casos, a voz sai rouca ou muito “baixa”. Pode ser causada por abuso vocal, pela presença de nódulos, pólipos e tumores nas cordas vocais, por laringite, entre outros problemas.

Na consulta, o Otorrinolaringologista buscará o motivo da Disfonia e, a partir disso, indicará o melhor tratamento, sendo a Cirurgia de Laringe e a fonoterapia opções viáveis, entre outros tratamentos.

VOLTAR

Você nos encontra agora em

NOVO ENDEREÇO!

Av. Anita Garibaldi, 1121 – Ahú

Clique aqui para ver no mapa