Rinite (Alergia das Vias Aéreas Superiores)

Rinite (Alergia das Vias Aéreas Superiores)

A Rinite é a inflamação das mucosas do nariz, o que leva à obstrução nasal (nariz entupido), espirros, coriza (nariz escorrendo) e coceiras também na garganta e nos olhos (que podem ficar vermelhos e lacrimejando).

A origem pode variar, sendo as mais comuns:

Rinite alérgica

Afeta, em média, de 10 a 25% das pessoas e elas apresentam os sintomas logo após o contato com o alérgeno e, em alguns casos, novamente após 4 a 6 horas. Os alérgenos mais comuns são poeira, pólen e alguns alimentos.

Rinite vasomotora

As causas não são totalmente conhecidas, mas é possível que aconteça por hipersensibilidade ou por uma grande quantidade de vasos sanguíneos na região. Relacionada com a “variação climática”, piora com o frio.

Rinite medicamentosa

Ocorre principalmente quando a pessoa toma remédios por conta própria, sem a indicação de um médico, por exemplo: o uso das “gotinhas nasais” e de vasoconstritores para desobstruir o nariz.

Rinite por agentes químicos

Nenhuma é contagiosa, mas pode ser passada de pai para filho por meio da herança genética.

A Rinite, infelizmente, não tem cura; mas a boa notícia é que tem tratamento. É importante ficar atento, pois a rinite pode causar complicações, tais como sinusite, seios da face, otite (inflamação no ouvido) e roncos (por causa do nariz entupido).

O médico faz o diagnóstico por meio de avaliação clínica e exames, como o teste alérgico cutâneo, rápido e indolor, e também exames de imagem como a Nasofibroscopia, que avalia detalhadamente a anatomia nasal e a passagem do ar.

VOLTAR

Você nos encontra agora em

NOVO ENDEREÇO!

Av. Anita Garibaldi, 1121 – Ahú

Clique aqui para ver no mapa